Professor universitário cria sua própria bebida e ajuda alunos a empreender

Alunos fazem sua própria cerveja artesanal Foto: Guilherme Pinto / Extra
Luiz Augustus é dono da Salamis Foto: Guilherme Pinto / Extra
DUQUE DE CAXIAS - As aulas de processo industrial bioquímico nunca mais foram as mesmas desde que o professor da disciplina Luiz Augustus Gonçalves, de 39 anos, resolveu aplicar com seus alunos receitas para a fabricação de cerveja artesanal. A experiência vem dando tão certo que o docente da Unigranrio, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, fundou a sua própria marca do líquido: a Salamis.


— Eu comecei a fazer cerveja em casa por hobby mesmo. Há uns dois anos, eu comecei a trazer isso para dentro da sala de aula. Eu gosto de estimular a aplicação da teoria com a prática — conta Luiz Augustus.

Cerveja é produzida na sala de aula Foto: Guilherme Pinto / Extra
Feita basicamente de água, lúpulo, malte e leveduras, a bebida preferida do brasileiro pode até parecer simples na composição de ingredientes, mas a sua versão caseira demora quase um mês para ficar pronta. E para chegar no ponto ideal, o novo produto acaba demorando alguns meses (ou anos) para sair da geladeira.

Alunos de Engenheira Química da universidade, o casal Lucas do Prado, de 22 anos, e Maiara Rodrigues, de 27, se inspirou no professor e agora pretende lançar o seu próprio rótulo no mercado.


Carlos Piatto é o dono do O Velho Mestre
Foto: Guilherme Pinto / Extra
— Sempre tive interesse por cerveja. Foi por causa das aulas e da história do Luiz que a gente resolveu fazer a nossa própria cerveja. Vamos ver se até o fim do ano a gente consegue lançá-la — afirma Lucas.

Luiz conta que para começar o seu negócio no ramo foi preciso um investimento de pouco mais de R$ 1.500 em equipamentos, além de R$ 100 com a compra dos ingredientes. Atualmente, a Salamis chega a ser vendida a preços a partir de R$ 15 em diversos estabelecimentos da Baixada e do Grande Rio.

— Ela começou a ser vendida agora em julho e já estou no segundo lote. Um hobby que deu certo — diz Luiz.

Bar comemora 2 anos
No O Velho Mestre são mais de 60 títulos de cerveja artesanal
Foto: Guilherme Pinto / Extra
Quando o assunto é cerveja artesanal na Baixada um dos locais pioneiros na venda da bebida é o O Velho Mestre, no Jardim Vinte e Cinco de Agosto, também em Duque de Caxias. O estabelecimento completou dois anos de funcionamento este mês e ostenta mais de 60 rótulos de cerveja artesanal, com preços a partir de R$ 8.

De acordo com o dono da casa, Carlos Piatto, de 51 anos, a ideia foi incentivar a produção artesanal da cerveja. Tanto que ele pretende nos próximos meses realizar um concurso para cervejeiros da região.

— Nossa ideia é valorizar quem é daqui. Queremos disseminar a ideia do ‘faça você mesmo’ — incentiva Carlos.
Fonte: Igor Ricardo/EXTRA
Share on Google Plus

About Equipe Blog do Lote XV

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

CONHEÇA FLÁVIO SOUL