Montanhistas da Baixada Fluminense exploram belezas naturais da região.

Grupo dos Caçadores de Emoções.

BAIXADA - Um fenômeno da natureza promete atrair os olhares de milhões de pessoas ao redor do planeta. Trata-se da chuva de meteoros Perseidas, que este ano acontece entre os dias 23 de julho e 22 de agosto, mas que terá seu ápice na madrugada deste sábado para domingo (momento em que uma maior quantidade de meteoros poderá ser observada). E quem não quer perder a oportunidade de contemplar as chamadas estrelas cadentes são os Caçadores de Emoções, um grupo de montanhistas da Baixada Fluminense que explora montanhas e cachoeiras da região e dos quatro cantos do Estado do Rio de Janeiro.

Neste sábado, o grupo irá escalar o Escalavrado, uma das mais bonitas formações da Serra dos Órgãos, localizado ao lado do Dedo de Nossa Senhora e do Dedo de Deus. O cume está a 1.406 metros do nível do mar, e a “escalaminhada” vai exigir bom preparo físico e máxima atenção dos participantes.


“Escalar o Escalavrado significa testar corpo e mente, pois é uma montanha que cobra os efeitos da altitude e a serenidade de vencer um passo de cada vez. Será uma missão árdua e lá em cima uma nuvem poderá mudar todo o planejamento, mas nosso objetivo é chegar ao cume”, explica o montanhista Alex Guimarães, líder dos Caçadores de Emoções.

Assim como o Dedo de Deus e ao contrário do que muitos imaginam, o Escalavrado pertence à área territorial de Guapimirim, ainda na Baixada Fluminense, e não a Teresópolis. Localizado aos pés da BR-116, o Escalavrado é o lugar ideal para quem desejar ver a chuva de meteoros Perseidas.

“Vamos iniciar a subida por volta das 21h de sábado. A escalaminhada, que nada mais é que uma caminhada com alguns trechos de escalada, deve levar de quatro a seis horas, por conta da falta de luz natural. Iremos contemplar a natureza e confraternizar, para depois fazer uma descida de três a cinco horas ao amanhecer”, detalha Alex.

Próximo destino será em Magé
Em setembro, os Caçadores farão rapel na Cachoeira Véu da
Noiva, em Magé Caçadores de Emoções/Divulgação
Os Caçadores de Emoções fazem, em média, duas atividades por mês. Grande parte delas é aberta a qualquer pessoa que queira se aventurar, sem exigência de algum tipo de experiência. Os interessados em conhecer os próximos destinos do grupo de aventureiros podem procurar a página Caçadores de Emoções, no Facebook, e se inscrever nas atividades.

No dia 10 de setembro, 30 caçadores poderão participar da Missão Cachoeira Véu da Noiva, no município de Magé, na Baixada Fluminense. Trata-se de uma das maiores quedas d’água do Brasil em meio a um paraíso protegido pela mata atlântica. Lá, o grupo fará um rapel de 50 metros em rocha.

Em 2017 os Caçadores de Emoções já exploraram locais como a Cachoeira da Macumba, em Itaipava, a Cachoeira do Mendanha, em Campo Grande, o Costão da Urca, o Parque Municipal Natural Montanhas de Teresópolis, além de destinos mais afastados da região metropolitana, como Resende e Barra Mansa.

Trabalho Social no Lote XV
Em Dezembro de 2015, Alex Guimarães e os Caçados de Emoções, participaram do evento Natal Solidário, que foi realizado na Praça do Bairro Jardim Brasil no Lote XV em Belford Roxo, onde o grupo desenvolveu várias atividades com as crianças e jovens que participaram do evento que teve distribuição de brinquedos, livros, bolo, refrigerante e picolés e doces, tudo arrecadado entre comerciantes da região que colaboraram de alguma forma para levar momentos de lazer para crianças carentes que não poderiam ter festas em suas casas, mas que graças ao evento idealizado por Rogerio Gomes do BLOG DO LOTE XV, o evento foi possível acontecer. Leia mais em nosso arquivo no link http://blogdolotexv.blogspot.com.br/2015/12/1-festival-natal-solidario-acontece-no.html e em http://belfordroxonoticiasonline.blogspot.com.br/2016/01/fotos-do-evento-festival-natal.html

Centro de Treinamento irá difundir o esporte
Alex Guimarães e Rogerio Gomes.
O grupo de montanhistas Caçadores de Emoções surgiu em 1995, fundado por Alex Guimarães. Dezoito anos depois, em 2013, Alex criou o Centro de Treinamento de Esportes de Aventura Vitalino Rodrigues Guimarães, uma homenagem ao pai, que havia falecido. O C.T., situado em Duque de Caxias, era um ambiente apenas para pessoas da família de Alex, mas este ano ele pretende abrir o espaço para jovens carentes.

“Vamos dar mais um pequeno passo para o futuro, abrindo as portas do C.T. para pessoas como nós, que buscam, acima de tudo, deixar um mundo melhor do que encontramos. Será o nosso ‘quartel general’, onde teremos a morada dos Caçadores, a Escola de Montanhismo, o Projeto Moleque de Vila”, revela o líder dos Caçadores de Emoções, que sonha tão alto quanto o os picos das montanhas que explora com seu grupo. “Este é só o começo, pois temos ainda muitas ideias para este espaço que tem como objetivo principal a união de valores e princípios de vida”, finaliza.

Reportagem; Raphael Bittencourt
via: Jornal de hoje
12/08/2017
Share on Google Plus

About Equipe Blog do Lote XV

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

CONHEÇA FLÁVIO SOUL