Padrasto e enteada são mortos por traficantes em Caxias. Corpos do mototaxista Alvaro de Oliveira Filho, de 51 anos, e de Graziela da Silva Roque, 20, foram encontrados numa cisterna.

Segundo informações, traficantes achavam que Alvaro de Oliveira seria amigo de policiais.
Ele e a jovem Graziela da Silva Roque foram assassinados na semana passada
Foto: Reprodução Facebook
A morte do mototaxista Alvaro de Oliveira Filho, de 51 anos e de sua enteada Graziela da Silva Roque, 20, em Duque de Caxias, ainda é um mistério para a Polícia Civil. Os dois desapareceram no último dia 5, no bairro Jardim Primavera e foram encontrados no dia seguinte dentro de uma cisterna. Há informações de moradores, ainda não confirmadas pela polícia, de que ele teria ido levar um passageiro na comunidade do Rasta, quando foi abordado por traficantes. A jovem, ao saber do caso, foi atrás de Alvaro, e também foi assassinada a tiros.

De acordo com informações da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias da morte de Alvaro e Graziela. A perícia de local foi realizada e agentes estão em diligências na busca de informações que possam ajudar a identificar a autoria do crime.

Segundo o comandante do 15ºBPM (Duque de Caxias), o tenente-coronel João Jacques Busnello, o batalhão recebeu uma informação de que o mototaxista teria sido morto por desconfiarem que ele era amigo de algum policial. “Nos passaram isso, mas cabe a Polícia Civil apurar. Fizeram uma barbaridade com eles. No Jardim Primavera há tráfico em algumas comunidades, mas estamos intensificando o patrulhamento na região”, comentou.

Abalada, a esposa de Alvaro, Graciete da Silva, 44, se emocionou ao contar que encontrou o corpo dele e da filha dentro de uma cisterna. “Fiz as buscas pessoalmente e me assustei ao ver aquela cena. Não sei se ele tinha amizade com policial, mas o fato é que ele saiu de casa no dia 5 com a filha de moto dizendo que estava com fome e que já ia voltar. Não voltou. Estão mortos”, lamentou Graciete.

Ainda segundo ela, os dois capacetes, a motocicleta, documentos e celulares das vítimas foram roubados. “Ainda levaram tudo. Foram encontrados com perfurações no corpo”, lembrou Graciete.
Fonte: DIEGO VALDEVINO/O DIA
Share on Google Plus

About Equipe Blog do Lote XV

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

CONHEÇA FLÁVIO SOUL